Governo de SP debate parcerias com países nórdicos

Estado recebeu embaixadores da Noruega, Suécia, Finlândia e Dinamarca

qui, 02/02/2023 - 10h00 | Do Portal do Governo

Reunião com os Embaixadores Nórdicos

Na tarde desta quarta-feira (1), o governador Tarcísio de Freitas, junto do secretário de Negócios Internacionais, Lucas Ferraz, e da secretária de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, Natália Resende, conversou com os quatro embaixadores dos países nórdicos, Odd Magne Rudd (Noruega), Karin Wallensteen (Suécia), Johanna Karanko (Finlândia) e Eva Pedersen (Dinamarca). As quatro nações compartilham os mesmos valores e trabalham juntas em diversas frentes, motivo da agenda conjunta junto ao Governo do Estado de São Paulo.

Governador e embaixadores identificaram muitas áreas para cooperações futuras, tais como educação, governo digital, igualdade de gênero, transição energética, economia circular, tecnologia, estudos para o 6G, cibersegurança, pesquisa & inovação, Inteligência Artificial, saúde, aeronáutica, entre outros (mais informações no fim do texto).

“Países nórdicos são referência em transparência, bem-estar e gestão. Tudo isso é aderente à visão de futuro do Estado de São Paulo. Queremos  fazer a vida do cidadão menos burocrática, tornar a educação mais igualitária e para isso temos que nos espelhar em vocês”, afirmou o governador.

Tarcísio falou sobre o papel da Secretaria de Negócios Internacionais na atração de investidores e na formulação de políticas públicas de facilitação e promoção de comércio. Explicou ainda o papel da Secretaria de Parcerias em Investimentos, sobretudo para os projetos de infraestrutura e privatizações, e da Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, que tem como prioridade garantir que a sustentabilidade seja transversal em todos os projetos do Estado.

Aproximação– o secretário Lucas Ferraz propôs uma agenda conjunta do Governo do Estado de São Paulo com o empresariado escandinavo para apresentar os programas que estão sendo desenvolvidos pelas secretarias: “em uma estimativa conservadora, temos cerca de 500 empresas nórdicas do estado de São Paulo. Nossa agenda de governo permitirá a expansão delas e a atração de novos negócios”, explicou. Já a secretária Natália Resende comentou sobre a criação de dois instrumentos de interesse dos países: o Zoneamento Ecológico-Econômico, política pública para o desenvolvimento sustentável do estado, e o Plano de Ação Climática, com estratégias de mitigação para setores como transportes, agropecuária, florestas, energia e uso do solo. “É um momento propício para avançarmos em conjunto”, declarou.

Confiras algumas das áreas em que o estado de São Paulo e os países nórdicos já trabalham juntos ou pretendem cooperar:

Educação: parcerias com universidades e centros de pesquisa para inovação

Governo Digital: compartilhamento de know-how com o estado de São Paulo

Pesquisa e Inovação: estudos para o 6G (já em andamento), Inteligência Artificial, Smart Cities e  cibersegurança

Biogás: atualmente a Suécia financia um estudo com o Estado de São Paulo sobre biogás

Transição energética: energia eólica, hidrogênio verde e captura de carbono

Economia circular: o ciclo da cana é exemplo – pode se transformar em fertilizante e biometano